Via Senior

Podemos ajudá-lo?

Ligue (+351) 211 336 440

DGS dispensa Isolamento Profiláctico para Idosos que saiam das Residências Sénior mais de 24 horas

Partilhar

Direcção Geral de Saúde definiu novos procedimentos para Estruturas Residenciais para Idosos, Unidades de Cuidados Continuados Integrados, Estruturas Residenciais para Pessoas com Doença Psiquiátrica e aquelas que acolhem pessoas com Deficiência e Incapacidade.

Na mais recente orientação da DGS, ficou estabelecido que idosos que vivam em Residências Sénior, ou similares, e que se ausentem por períodos superiores a 1 dia, já não sejam obrigados a cumprir quarentena profiláctica de 14 dias. Esta dispensa abrange os residentes que tenham cumprido os critérios de isolamento nos últimos 3 meses e/ ou que tenham completado o plano de vacinação contra a COVID-19.

Até à saída desta nova orientação da DGS, os utentes que se ausentassem de Residências Sénior por um período inferior a 24 horas não precisavam de cumprir isolamento profiláctico nem de testar contra a COVID-19, embora os que se ausentassem por períodos superiores já o necessitassem.

Quanto aos casos de novas admissões em Residências Sénior, ou similares, esta nova orientação continua a prever que seja necessário testar negativo para a COVID-19, para utentes que não tenham sido infectados nos últimos 3 meses. Idosos que ainda não tenham sido vacinados contra a COVID-19 continuam, no entanto, a necessitar de cumprir quarentena profiláctica (mínimo 14 dias), em novas admissões.

Nesta nova orientação da DGS, é ainda referido que:

EM SITUAÇÕES EM QUE O TESTE LABORATORIAL NÃO POSSA SER REALIZADO ANTES DA ADMISSÃO NA INSTITUIÇÃO, O NOVO RESIDENTE/UTENTE DEVE FICAR EM ISOLAMENTO E REALIZAR O TESTE COM A MAIOR BREVIDADE POSSÍVEL, SENDO O SEU ENCAMINHAMENTO REALIZADO EM FUNÇÃO DA EVOLUÇÃO CLÍNICA E DO RESULTADO DO TESTE LABORATORIAL.

Fonte: Lusa

×

VIA SÉNIOR - Um futuro lado a lado

×
Ligue-nos 211 336 440